Dieta de cambridge tudo sobre esta dieta

Dieta de cambridge tudo sobre esta dieta
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Dieta de cambridge em 1970, o médico inglês Alan Howard se deu conta de que a maior dificuldade que seus pacientes encontravam para emagrecer se encontrava justamente na facilidade que tinham em burlam as dietas prescritas. Em algum momento entre a compra dos alimentos e a sua ingestão a coisa desandava. Se a razão era a falta de tempo na vida desses indivíduos, o estresse ao qual estavam submetidos ou o número de tentações disponíveis, não importava.

O especialista em nutrição de uma das mais prestigiadas academias britânicas entendeu que era chegada a hora de agir e encontrar uma solução efetiva para esse problema, independentemente do que o estivesse deflagrando. Assim surgiu a Dieta de Cambridge. Já ouviu falar nela? Então, vamos conhecer um pouco mais desse método pra lá de curioso e instigante, mas muito elogiado e certificado: A proposta A Dieta de Cambridge se fundamenta no consumo restrito de barras de cereais, sopas, shakes e suplementos desenvolvidos dentro da própria universidade.

O que é a Dieta de Cambridge

A ideia é que os adeptos do programa consumam apenas esses produtos durante o curso do processo, ingerindo diariamente entre 400 e 1200 calorias. Todos os alimentos a serem consumidos já vem preparados, de modo que o paciente não precisa se preocupar com mais nada, além de ingerir aquilo que é necessário, quando deve fazê-­lo. Só se pode aderir a dieta após avaliação médica, porque o acesso a esses produtos não é liberado. Toda a dinâmica é cercada de cuidados, para manter a seriedade do projeto. Em 1984 essa dieta veio à tona, causando rebuliço entre leigos e pesquisadores da área. Dois anos depois os produtos passaram por transformações definitivas. Desde então eles substituem qualquer refeição tranquilamente, pois contém todos os nutrientes necessários ao corpo humano.

Desse modo o emagrecimento acontece, mas não prejudica o nosso organismo. Dicas importantes Qualquer processo de emagrecimento tem suas especificações para dar certo. Com a Dieta de Cambridge não teria porque ser diferente, não é verdade? Veja a seguir uma lista com as observações mais importantes a se atentar antes de se jogar nesse método: Antes de começar essa dieta é necessário ir diminuindo radicalmente a quantidade de alimentos consumida diariamente.

dieta de cambridge
Foto:Divulgação/Pixabay

Esse é um passo importante a cumprir, porque se você interrompe o seu cardápio cotidiano abruptamente e já começa a utilizar os produtos de Cambridge é muito provável que as primeiras semanas se tornem tortuosas demais para conseguir resistir; Cada paciente deve consumir 3 porções diárias das fórmulas dessa dieta. Homens e mulheres com mais de 1,70 m de altura, entretanto, podem ingerir até 4, sem nenhum problema; Depois de um mês de duração os adeptos da Dieta de Cambridge devem começar a ingerir diariamente uma refeição composta por uma porção de 180 g de frango ou peixe, queijo cottage e bastante legumes verdes e brancos. O valor dessa refeição extra deve ser de no máximo 790 calorias; A Dieta de Cambridge deve ser abandonada depois que o paciente atinge o peso sonhado. A partir daí é necessário seguir um menu de 1500 calorias diárias, nunca deixando de praticar exercícios físicos, claro

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *