Microcefalia tem cura? quais são as causas sintomas e tratamentos

Microcefalia tem cura? quais são as causas sintomas e tratamentos
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

O que é Microcefalia? É uma doença neurológica que afeta a cabeça e o cérebro do feto e do bebê. Quando a doença é encontrada na criança o crânio é extremamente menor se comparado a outras crianças. A microcefalia deve ser pré-diagnosticada ainda no ventre durante a gestação.Ainda não há cura para este tipo de doença, mas as crianças que conseguem nascer e se manter viva podem sobreviver por alguns anos e podem ter uma vida saudável se o tratamento for iniciado nos primeiros dias de vida.

Quais as causas da Microcefalia

A Microcefalia ainda é um mistério, pois está relacionada há algumas doenças, mas conforme as últimas estatísticas está sendo mais relacionada ao Vírus Zika que é transmitido pelo mosquito a Aedes Aegypti que está se espalhando pelo mundo afora. Há casos de mulheres grávidas na Europa, Egito e nos Estados Unidos e já podem ter sido infectadas pelo vírus e corre o risco de ter um bebê com esta má formação. Ainda não é regra, mas a correlação com este vírus é muito forte.

Algumas outras doenças também podem provocar a mal formação do Cérebro que antes eram pouco estudadas, mas que começam a ser mais pesquisadas devido a este surto que se espalha.

Veja algumas doenças e condições que podem causar a Microcefalia

  • Mulheres que expõe-se na gravidez ao Álcool e ao Cigarro;
  • Consumo de Drogas e remédios não indicados para Grávidas;
  • Desnutrição grave na Gestação, por falta de alimentação Adequada;
  • Fenilcetonúria materna;
  • Rubéola congênita na gravidez; que causa mal formações horríveis no feto;
  • Toxoplasmose congênita que está relacionada com fezes de animais;
  • Infecção por citomegalovírus

Doenças genéticas que causam a microcefalia podem ser:

  • Síndrome de Down;
  • Síndrome de Cornelia de Lange;
  • Síndrome Cri du Chat;

Como a Microcefalia causada pelo Vírus Zika é confirmada.

A microcefalia não tem como ser detectada pós a má formação do bebê, pois o vírus pode simplesmente ter entrado, causado o problema e pode ter simplesmente extinto pelo próprio sistema imunológico da má, como a microcefalia também pode ser causada por outros vetores, a confirmação realmente é Complexa. Caso a microcefalia seja menos visível, a medição da cabeça da criança pode mostrar que algo pode estar errado. Além disso, a tomografia computadorizada também pode confirmar a má formação cerebral.

O Ministério da Saúde do Brasil recentemente confirmou o que pode ser a relação do Zika Vírus e o surto de casos de microcefalia no nordeste em 2015. A febre Zika, é uma infecção causada pelo vírus zika, que é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, ou seja o mesmo transmissor da febre Chikungunha.

Como Tratar a Microcefalia causada pelo Vírus Zika

Não há remédios que tratem da microcefalia pois não há o que fazer quando o cérebro não cresce e se desenvolve, pois ele tem que crescer dentro do útero da gestante. A única forma atual de atenuar esta doença são os tratamentos que podem dar uma vida mais digna a criança. Terapias especializadas e fisioterapia para microcefalia podem ajudar e muito a criança e a família.

Quais as Deficiências da Criança?

Atraso das funções motoras, tais como fala e movimentação dos membros, nanismo e baixa altura e Hiperatividade, além disso, a melhor forma de prevenir a microcefalia e também outras doenças graves, é a realização e o acompanhamento pré-natal das gestantes. O acompanhamento psicológico também é importante e há condições psicológicas que ativam certas substâncias que podem afetar a gestação.

microcefalia
Foto:Divulgação/Wikimedia

A microcefalia e Zika Vírus ainda é uma incógnita, pois a literatura médica ainda não conseguiu estudá-la a fundo, então a melhor forma de afasta-la da sua família e manter o mosquito longe da sua casa e mantê-la a mais limpa possível, removendo focos de mosquitos e se alimentar muito bem.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *