Permanente afro – como é feito descubra aqui

Permanente afro – como é feito descubra aqui
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Permanente afro existem mulheres com cabelos lisos que almejam ter fios ondulados ou cacheados, ao passo que outras, com cabelos cacheados, almejam ter fios lisos. Nesta insatisfação toda com a própria beleza, há quem prefira as madeixas crespas e se arrependa de ter feito um relaxamento ou uma escova progressiva. Existe uma outra técnica, chamada pelo nome de permanente afro, que é responsável por devolver os fios crespos e cacheados para este grupo de mulheres que se arrependeu de ter alisado as suas madeixas. O permanente afro também pode ser realizado por quem almeja cachear os fios e tirar o liso escorrido.

Seja qual for o seu caso, se você deseja tornar os seus cabelos cacheados e crespos, mas possui químicas nos fios, como, por exemplo, alisamentos, descolorações, relaxamentos e tinturas, você precisa aguardar mais ou menos sete meses para fazer o permanente afro. Neste período, as suas madeixas devem ser hidratadas, nutridas e reconstruídas, além de se manterem aparadas com um corte adequado. Este período, sem aplicar novas químicas, é ideal para fazer os fios se fortalecerem e descansarem antes do permanente afro, evitando assim problemas capilares mais graves, como a quebra parcial ou completa dos fios e o efeito chiclete.

Formulado com tioglicolato de amônia, o permanente afro é compatível com outras químicas, desde que os fios estejam completamente saudáveis. Se você não tem o hábito de fazer hidratações, nutrições e reconstruções, só lhe restará a possibilidade de seguir a recomendação dada junto com os sete meses de repouso. O efeito chiclete é causado pela falta de elasticidade das fibras capilares, fazendo com que os fios se rompam ao medo ou desde as raízes, quebrando todo o seu cabelo. Há casos em que ocorre o corte químico, deixando algumas mulheres carecas ou obrigando as mesmas a fazerem um corte curto.

Indicações inicias permanente

Tendo as indicações iniciais em vista e realizado um teste de mecha, é possível proceder com o permanente afro, que se trata de uma técnica que torna os cabelos cacheados e crespos novamente, mas sem causar indisciplina, frizz e volume. O primeiro passo do permanente afro consiste em lavar as madeixas com um shampoo de limpeza profunda para remover resíduos de produtos, sujeira, oleosidade e outras impurezas. Depois, é aplicada uma loção fortificante neutralizadora para preparar os fios para o procedimento em questão. O produto age por cerca de cinco minutos e depois os cabelos são enxaguados com bastante cuidado.

Após a lavagem

Após a lavagem, os cabelos são divididos em quatro grandes mechas, que recebem, com um pente fino, das raízes até as pontas, um creme formulado à base de tioglicolato de amônia, o permanente afro. Finalizada a aplicação, as mechas são enroladas em acessórios, chamados bigudins, responsáveis por deixar os fios cacheados e crespos, durante quinze minutos. Durante este tempo, os bigudins devem ficar guardados em uma touca para aquecer a cabeça e intensificar os resultados. Após 15 minutos, o creme relaxante deve ser enxaguado de forma imediata sem aguardar aqueles famosos minutinhos a mais, o que não melhorará o resultado.
permanente afro

Neutralizando os cabelos

Na sequência, é aplicado um creme neutralizante para cessar o efeito do permanente afro e o mesmo deve agir nos fios durante outros quinze minutos, quando é aplicado outro creme revitalizante para devolver o brilho e a maleabilidade das madeixas. Todo o procedimento leva 3 horas para ser completado e o efeito do permanente afro deixa os fios cacheados e crespos por cerca de quatro meses. Para a técnica durar bem mais tempo, é preciso esquecer a chapinha e o secador, que quebram os fios ao meio. No retoque, o produto é aplicado somente na parte crescida dos seus cabelos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *